Trilha Inca até o Machu Picchu: quanto custa, o que levar e mais!

Trilha Inca

Trilha Inca até o Machu Picchu (Foto da Peru Grand Travel)

Uma das principais maneiras de chegar até o Machu Picchu é fazendo a Trilha Inca, que tem duração de alguns dias. Eu não cheguei a fazer a trilha, mas para quem gosta de aventura e de fazer trilhas com certeza deve ser uma experiência inesquecível! A empresa Peru Grand Travel é uma agência de viagens autorizada pelo governo Peruano para operar a Trilha Inca e me passou todas as principais informações necessárias para a realização da trilha, segue o artigo abaixo.

A TRILHA INCA: O CAMINHO DA NOBREZA ATÉ MACHU PICCHU

A Trilha Inca faz parte da rede de caminhos ancestrais do QHAPAQ ÑAN (Caminho Inca da elite) que inclui todos os países que pertenceram ao império incaico no grande apogeu do Inca Pachacútec. Porém, como todos sabemos, Cusco foi a capital do império incaico e, desta bela cidade, partiram todos os caminhos para as cidades importantes do Peru antigo. Uma delas é a cidadela de Machu Picchu, considerada o palácio inca. Naquele tempo esta difícil e magnífica rota era um caminho feito pelos chasquis, considerados os mensageiros do império incaico.

No entanto, esta maravilhosa experiência é para os amantes de aventura extremas, dispostos a transformarem-se em chaquis modernos do século XXI.

A Peru Grand Travel, operadora oficial da Trilha Inca, especialista em atender turistas brasileiros, descreve os passos mais importantes que não podem faltar antes de fazê-lo.

1. MELHOR ÉPOCA PARA SE FAZER A TRILHA

Este dado é de grande importância porque permitirá que você organize sua viagem no momento oportuno e desfrute da melhor forma, sua caminhada até a maravilha do mundo, Machu Picchu. Nada melhor que a época apropriada para começar esta rota.

Os melhores meses do ano são entre maio e setembro quando o sol brilha o dia todo e à noite faz frio, um pequeno detalhe que se conserta com roupas quentes. Nesta época as cotas para a entrada para esta rota são muito solicitadas e, em geral, terminam rapidamente devido ao número máximo de turistas na rota por dia. Entretanto, se você planeja fazer esta magnífica rota é melhor reservar com bastante antecedência.

Trilha Inca

Trilha Inca até o Machu Picchu (Foto da Peru Grand Travel)

Outros meses do ano que se pode escolher para viajar são entre março e maio, meses com menos turistas onde você irá encontrar uma rota menos congestionada e terá uma melhor experiência.

Em fevereiro a rota fica fechada devido à chuva. Os órgãos responsáveis pelo Caminho Inca não permitem o ingresso por causa do perigo causado por possíveis desabamentos que podem colocar em risco a vida dos turistas. Neste mês realiza-se a manutenção, conservação e limpeza do lugar. Os pisos e terraços deteriorados são consertados, as áreas de camping passam por manutenção, a vegetação é podada e faz-se todo o necessário para que esteja pronto e adequado quando o Caminho Inca reabrir no mês de março.

2. PREPARAR O FÍSICO COM EXERCÍCIOS ANTES DE COMEÇAR

Antes de iniciar sua aventura é aconselhável fazer exercícios físicos para que seu corpo fique mais leve e forte, capaz de resistir a qualquer desafio em sua caminhada. Já que você passará por todos os tipos de relevos, de planos a montanhosos e rochosos. Seu corpo também deve estar apto para resistir à mudança de altitude que passa de 3350 até 4200msnm.

 

Trilha Inca

Trilha Inca até o Machu Picchu (Foto da Peru Grand Travel)

3. RESERVAR SUA COTA PARA A TRILHA INCA COM ANTECEDÊNCIA

A rota da Trilha Inca é muito solicitada pelos amantes de aventura. Se você é um deles recomendamos reservar com antecedência sua cota devido à alta procura e por se esgotar rapidamente devido à pouca quantidade de ingressos.

Afim de preservar e evitar a deterioração deste caminho ancestral é permitida somente a entrada de 500 pessoas por dia, entre as quais somente 200 são turistas e as demais cotas são ocupadas por guias e carregadores de apoio ao caminho.

Nesta rota não se permite o ingresso sem guia de turismo uma vez que ela é perigosa e pode-se correr riscos. Portanto é melhor prevenir.

4. PREPARAR A MOCHILA SOMENTE COM O NECESSÁRIO

Certamente este passo é um dos mais importantes porque você precisará levar o necessário para ter a melhor das experiências. Os artigos que não podem faltar em sua mochila são:

  • Protetor solar.
  • Óculos de sol.
  • Chapéus ou gorros para proteger-se do sol e do frio.
  • Roupa de frio para a noite.
  • Capas de chuva.
  • Medicamentos pessoais.
  • Lanches para o caminho como chocolate, doces de coca.
  • Sapatos de trekking.
  • Sacos de dormir.
  • Bastões para a caminhada.

5. A GARANTIA DA SUA VAGA É FEITA SOMENTE POR AGÊNCIAS AUTORIZADAS

A melhor aventura nesta rota é desfrutar de sua caminhada. Nem todas as agências de viagem peruanas estão autorizadas para operar a Trilha Inca. Para serem consideradas como operadoras deverão realizar projetos de desenvolvimento e preservação da rota do Caminho Inca periodicamente.

Quanto custa e quanto tempo dura a Trilha Inca?

No momento da sua pesquisa na internet você vai descobrir que há algumas variações de preços entre as agências de viagens, por exemplo, para a Trilha Inca Clássica 4 Dias, o valor médio é USD 570,00 por pessoa e para a Trilha Inca Curta 2 Dias é USD 470.00 por pessoa.  Seguem os valores da Peru Grand Travel.

Trilha Inca Curta Machu Picchu 2 dias/1 noite: USD460.00
Trilha Inca Clássica Machu Picchu 4 dias/3 noites: USD510.00

Agora que você possui toda a informação necessária para realizar este passeio falta somente colocá-lo em prática. Para tornar esta viagem uma experiência única em sua vida e explorar o país berço da civilização Inca espetacular, pode procurar a Peru Grand Travel para tornar seu sonho realidade.

Um comentário sobre “Trilha Inca até o Machu Picchu: quanto custa, o que levar e mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *